Você quer alcançar ótimos resultados na perda de peso treinando menos tempo?

Dados recentes do Ministério do Esporte mostraram que aproximadamente 70% das pessoas que abandonam um programa de exercícios físicos alegam falta de tempo.

Alguma vez você já iniciou a prática de determinada atividade física e logo em seguida desistiu em função de tomar muito o seu tempo?

Diferentes resultados podem ser alcançados com os treinos de curta duração : perda de peso; aumento da massa muscular; redução de gordura corporal; controle da glicemia e pressão arterial; dentre outros.

Mas você deve está pensando : “ como seria este tipo de treino”?; “quanto tempo de duração “ ? “Pode ser aplicado para que tipo de pessoa”

Veja exemplos de modelos de treinos de curta duração:

– HIIT com estímulos longos.

– HIIT com estímulos curtos.

– Musculação de alta intensidade.

– Circuito de alta intensidade.

Esses treinos podem ser realizados em 5,20,30 minutos.  As possibilidades são muitas. O Profissional vai levar em consideração uma série de fatores para elaborar toda sua programação e consequentemente vai influenciar na duração total do seu treino.

Podem ser aplicados em pessoas sedentárias, acima do peso, treinadas e bem condicionadas, diabéticos, idosos.

Quando falamos em treinos curtos e alta intensidade não significa que você tem ir até o seu limite. Existem treinos submáximos. Por isso ele pode ser adequado e personalizado para todo tipo de pessoa.

Diversos artigos demonstraram os benefícios deste modelo de treino na redução de gordura corporal e no emagrecimento. Alguns fatores responsáveis seriam a elevação do metabolismo e redução de gordura corporal no pós-treino.

No entanto estes resultados dependem de como a sua programação de treino é elaborada e com todas as variáreis bem controladas.
 

mais
02 ago
Sem Comentários
v>
EXCESSO DE GORDURA NA REGIÃO ABDOMINAL: PROBLEMAS QUE VÃO ALÉM DA ESTÉTICA.

A preocupação com o excesso de peso corporal e de gordura na região central do corpo vai muito além de fatores estéticos.

A famosa barriguinha acentuada faz com que nosso tecido adiposo libere diversas substâncias em nosso organismo que aumentam OS RISCOS DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES. Uma dessas substâncias é uma ADIPOCITINA chamada RESISTINA.

            Em conjunto com outros fatores a Resistina contribui para o aumento  da Resistência a Insulina. E qual a consequência? Aumento da glicose do sangue que pode causar também Hiperinsulinemia que provoca outras problemas graves para a saúde: – resistência vascular periférica e retenção de sódio. TUDO ISSO PODE CAUSAR O QUE? Hipertensão arterial e Diabetes.

            A boa notícia é que o emagrecimento melhora todo este processo, mostrando que reduzir a gordura abdominal é fator de saúde e qualidade de vida.

 

 

mais
22 maio
Sem Comentários
v>