NINGUÉM NUNCA CONTOU QUE NÃO PRECISA TROCAR A BATATA INGLESA PELA BATATA DOCE. Tudo o que você precisa saber.

A batata inglesa é um dos alimentos que também foram crucificados quando o assunto é emagrecimento e redução de gordura corporal. Ela foi retirada da dieta por acreditarem que atrapalha emagrecer. Enquanto a batata doce teve seu consumo acelerado como se fosse um novo milagre para quem pratica exercício físico.

Vou apresentar algumas características dos 2 tipos de batata em uma comparação de 100g dos  alimentos cozidos:

  1. Carboidratos: Inglesa (11,9g) , Doce (18,4g)
  2. Calorias : Inglesa (52 Kcal) , Doce (77kcal)
  3. Proteínas : Inglesa (1,2g) , Doce (0,6g)

 

A batata inglesa tem um pouco menos de fibras, porém apresenta menos carboidratos e calorias, além de maior quantidade de proteínas.

Agora, se você buscar informações sobre o índice glicêmico fica ainda mais curioso. Dependendo da forma como estes alimentos são preparados ocorrem alterações no índice glicêmico.

A Batata inglesa cozida sem casca tem índice glicêmico de 98 . E a batata doce descascada e cozida tem 94. Ambos muito altos. Quando a batata inglesa é cozida com casca este índice cai para 69. Já a batata doce Descascada e assada o valor vai para 82.

QUER OUTRA INFORMAÇÃO IMPORTANTE?  Se você ingerir estes 2 tubérculos acompanhados com outros vegetais e proteínas ocorre uma redução no índice glicêmico. Ou seja, não vai ser o consumo da batata inglesa que vai atrapalhar o emagrecimento.

Não estou defendendo o consumo dessa ou daquela batata. O gosto e o paladar são individuais de cada pessoa. SÓ QUERO ESCLARECER QUE NÃO VAI SER A BATATA DOCE OU O GLÚTEN-FREE QUE VÃO TE EMAGRER.

As causas do ganho de peso são outras: refrigerante, pizza, açúcar, sedentarismo. E claro que não é proibido consumir estes alimentos. Tem que saber como e quando.

A mudança sustentável no estilo de vida continua fazendo a diferença.

E lembre que plano alimentar e dieta é com sua Nutricionista.

mais
07 jul
Sem Comentários
O que você prefere? Sobreviver, ou ter uma Vida Longa e Saudável?

O conceito de “healthspan” ainda é pouco conhecido e significa números de anos de vida com uma ótima saúde, qualidade de vida, sem dependência e com autonomia para cuidar de si próprio.

Como podemos potencializar nossa “healthspan”? COMO PODEMOS VIVER MAIS E MELHOR?

Artigo publicado no Progress in Cardiovascular Disease, os autores apresentaram 4 pilares considerados essenciais para uma vida longa e saudável:

– prática regular de exercícios físicos;

– consumo de alimentos saudáveis;

– não fumar;

– manter um peso corporal adequado.

Eles poderiam ter acrescentado também o controle do estresse.

Cuidar e investir na saúde de forma preventiva deveria ser a prioridade. Uma vez que a doença esteja estabelecida é mais difícil e muito mais caro, sobretudo nos aspectos emocionais e financeiros.

Segue o link do artigo original: http://www.onlinepcd.com/article/S0033-0620(17)30018-X/fulltext

mais
03 jul
Sem Comentários
Treinos de Curta Duração Reduziram a Cintura e Gordura Corporal em Mulheres

Estudo recente publicado em 2014 no Applied Physiology, Nutrition and Metabolism, avaliou o efeito de 6 semanas de HIIT na esteira em mulheres jovens.

O esforço era de 30” na maior velocidade possível com 4 minutos caminhando. O número de estímulos de 30” foi progressivo até atingir 6 tiros. Elas treinavam apenas 3 vezes por semana. A alimentação foi controlada em torno de 1900 kcal/d.

Com apenas 1 mês e meio elas reduziram em média 2% de gordura corporal e 3 cm de cintura.

Neste estudo foi utilizada uma forma de fazer o HIIT. Existem diversas opções que vão depender de seu condicionamento físico, experiência com o HIIT e os objetivos que você está buscando.

mais
29 jun
Sem Comentários
ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL: O Mundo Real e o Mundo Percebido

Um dos pontos centrais do Pensamento do Richard Bandler é a ideia de mundo real e mundo percebido.

Para Blander, existe o mundo real e as simulações pessoais, que é a forma como cada um de nós enxerga partes desse mundo que vivemos; dependendo dos filtros que aplicamos adquiridos ao longo de toda a vida, passamos os nossos dias nesse modelo, pensando que é a realidade.

Quando falamos de vida saudável o que há no seu mundo? Equilíbrio ou os 2 extremos?

Mas qual seriam os 2 extremos?  Primeiro, podemos citar a busca excessiva pelo corpo padrão, onde as pessoas não sabem mais o que significa uma alimentação saudável e de verdade e ainda pensam que a quantidade de exercícios físicos é importante. Mero engano.

No outro extremo existe o mundo da auto-sabotagem e da procrastinação. É o  adiamento de  pequenas mudanças que fariam grande diferença em sua saúde física e mental. Essas pessoas precisam fazer as pazes com a comida e entender que têm milhares de prazeres além de comer.

O QUE HÁ NO SEU MUNDO?

A idéia deste texto é apenas refletir sobre 2 extremos que norteiam as dietas, a prática de exercícios físicos, etc. E na maioria das vezes não existe apenas o caminho da direita ou da esquerda.

Sua mente é como a sua casa. Só entra quem é convidado.

Tudo posso, mas nem tudo me convêm.

mais
13 jun
Sem Comentários
Como ter sucesso no emagrecimento seguindo 6 dicas simples.

  • A musculação em alta intensidade é essencial no emagrecimento sustentável, por aumentar os gastos de gordura e calorias em períodos prolongados pós-treino.
  • Evite o consumo de alimentos industrializados, além de prejudicar sua saúde, alteram o funcionamento do organismo, dificultando a redução de gordura.
  • Priorize treinos em alta intensidade como o HIIT e circuitos intensos. Eles aumentam o gasto calórico após o treino. E têm uma ótima relação com a saciedade.
  • Cortar todo o carboidrato não é uma boa opção. Isso pode até causar compulsão alimentar. Portanto, a redução no consumo de carboidratos refinados e  processados,  (farináceos, açúcar,  sucos etc) é essencial.
  • A recuperação e o descanso são muito importantes. Treinos em excesso aumentam a liberação de substancias inflamatórias que dificultam o emagrecimento.
  • Esqueça: treino em jejum, glúten e lactose “free” , L-carnitina, substituir o pão integral pela tapioca, tomar água com limão, simpatia e fórmulas mágicas. Nada disso ajuda no emagrecimento sustentável.

Esteja bem com você mesmo(a). Inicie com pequenas mudanças, adquira novos hábitos . E lembre que a prática regular de exercícios físicos e hábitos alimentares saudáveis são fundamentais para uma vida longa, saudável e feliz.

 

mais
05 jun
Sem Comentários
Emagrecimento: cuidado com o excesso de informações.

Separar o joio do trigo quando com tantas informações sobre emagrecimento, dieta e exercício físico não é nada fácil com tantas promessas milagrosas e modinhas surgindo a todo momento.
Hoje tem muita gente vendendo milagre nessa área. E sim, tem muitos bons profissionais da área de saúde  que querem mostrar que modismo não leva a lugar nenhum, que você precisa aprender a zelar pela sua saúde.
Não faz sentido buscar qual  é o exercício físico da vez, o treino da hora,  qual  é o chá da vez, qual é a receita da vez . VOCÊ ACABA ENLOUQUECENDO porque no mundo da internet cada um fala uma coisa e mesmo que não tenha formação e conhecimento para tal.

Busque orientações com profissionais qualificados, e tenha uma vida real fora dos muros das mídias sociais com comida de verdade e exercício físico personalizado que caiba na sua agenda.

Coerência, Equilíbrio e orientação profissional ainda valem a pena.

 

mais
25 maio
Sem Comentários
EXCESSO DE GORDURA NA REGIÃO ABDOMINAL: PROBLEMAS QUE VÃO ALÉM DA ESTÉTICA.

A preocupação com o excesso de peso corporal e de gordura na região central do corpo vai muito além de fatores estéticos.

A famosa barriguinha acentuada faz com que nosso tecido adiposo libere diversas substâncias em nosso organismo que aumentam OS RISCOS DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES. Uma dessas substâncias é uma ADIPOCITINA chamada RESISTINA.

            Em conjunto com outros fatores a Resistina contribui para o aumento  da Resistência a Insulina. E qual a consequência? Aumento da glicose do sangue que pode causar também Hiperinsulinemia que provoca outras problemas graves para a saúde: – resistência vascular periférica e retenção de sódio. TUDO ISSO PODE CAUSAR O QUE? Hipertensão arterial e Diabetes.

            A boa notícia é que o emagrecimento melhora todo este processo, mostrando que reduzir a gordura abdominal é fator de saúde e qualidade de vida.

 

 

mais
22 maio
Sem Comentários
EMAGRECIMENTO: “TÃO IMPORTANTE QUANTO SABER O QUE FAZER É SABER O QUE NÃO FAZER”

Essa frase marcante do Jobs cabe em qualquer situação, inclusive no emagrecimento.

Eu sei que bate um desânimo quando você não consegue emagrecer, reduzir medidas e gordura corporal.Você imagina que tudo está sendo feito da forma que deveria, mas os resultados não estão sendo alcançados da forma que você queria.

Antes de buscar o que vai te emagrecer reflita o que está fazendo você engordar. Mudança de hábitos é fundamental. O que fez sua amiga emagrecer talvez não é o mais indicado para você.

O emagrecimento tem um começo, um meio, mas nunca um final. Você melhora, aperfeiçoa, e até interrompe, mas nunca para o processo completamente. É estilo de vida. É saúde. Então não espere que as coisas aconteçam do dia para a noite. Tenha consistência em suas ações e persistência!

mais
16 maio
Sem Comentários
Você conhece dois erros graves sobre Exercício Físico e Emagrecimento?

Na busca pelo melhor exercício para emagrecer 2 erros muito comuns são: – contar as calorias gastas durante o treino; realizar uma programação que tenha um alto consumo de gorduras.

Tudo que você precisa saber sobre a função do exercício físico e emagrecimento está relacionado com o pós-treino. Diversos estudos já demonstraram que os exercícios de alta intensidade promovem um maior gasto de energia na forma de gorduras após o treino. Independente de quantas calorias você gastou durante o exercício físico.

Os treinos de alta intensidade podem ser realizados na musculação e com o HIIT (treinamento intervalado de alta intensidade). Estes tipos de exercícios promovem adaptações em nosso organismo fazendo com ele gaste mais gorduras durante em repouso, contribuindo no processo de emagrecimento.

Fica a dica para quem quer emagrecer. Esqueça o gasto de calorias e se você vai gastar ou não muitas gorduras durante o treino. O importante é o que acontece no pó-treino. Isso depende diretamente do intensidade .

 

 

mais
14 maio
Sem Comentários
EMAGRECIMENTO, DEFINIÇÃO MUSCULAR.VOCÊ NÃO CONSEGUE MAIS TER RESULTADOS?

Uma pessoa fisicamente ativa e que já está há mais de 2 anos buscando redução de gordura corporal, definição muscular, aumentar o tamanho das pernas ou do peitoral, não importa o que você esteja buscando. O CERTO É QUE EM DETERMINADO MOMENTO VOCÊ NÃO TEM MAIS RESULTADOS.

E para resolver o problema você já gastou muito dinheiro com suplementos, aumentou a ingestão de proteínas, buscou novos programas na internet, fez inúmeras tentativas e mesmo assim não sai do lugar. VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO (A). MUITAS PESSOAS ESTÃO PASSANDO POR ISSO, JÁ PASSARAM E VÃO PASSAR.

E qual seria a solução? O PRIMEIRO PASSO É NÃO COMETER ESTES ERROS:

– Treinar de segunda a sábado e não permitir uma recuperação adequada;

– Treinos longos e com muitos exercícios;

– Realizar exercícios alternados como a rosca direta e/ou combinação de elevação lateral com frontal. Dessa forma você não permite o estresse metabólico, um dos fatores importantes para a síntese protética e hipertrofia muscular;

– Terminar sessões longas de musculação e realizar treinos aeróbios longos de baixa intensidade.

– Realizar treinos intensos sem ter uma base inicial.

SÃO MUITOS ERROS QUE NÃO CABEM AQUI.TODOS INTERFERINDO NEGATIVAMENTE NOS SEUS RESULADOS. E não serão os suplementos que vão resolver seu problema

Mas qual o caminho a seguir? Procure um profissional atualizado que possa elaborar uma programação baseada em evidências científica. Nos últimos anos muita coisa mudou e as pessoas continuam repetindo estratégias antigas e que não funcionam.

ESTRUTUTURAR PROGRAMAS E OTIMIZAR A RECUPERAÇÃO. Quais métodos utilizar? Quando utilizar, e com quem ? Como organizar a progressão dos treinos?

COMO FAZER BASEADO EM EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS É MAIS IMPORTANTE DO QUE FAZER ESSE OU AQUELE TREINO  POR QUE A AMIGA FEZ.

 

mais
07 maio
Sem Comentários