PERDER PESO OU PERDER A SAÚDE

Perder peso ou saúde

Muitas pessoas procuram  um programa de  exercício físico/nutrição  como estratégia de emagrecer. E não há nada de errado ter como meta mais saúde decorrente da perda de peso corporal.  ENTRETANTO EU PREFIRO OLHAR NO SENTIDO INVERSO: Adote um Estilo de Vida  saudável e consequentemente obtenha redução do seu peso corporal. Isso não  significa que necessariamente você vai perder peso. Mas isso pode significar : sentir-se melhor, dormir melhor, ter mais energia, autoestima elevada; bem estar, etc. Somos aquilo que fazemos repetidamente. Comportamentos saudáveis geram bem estar que geram mais comportamentos saudáveis. Uma forma mais leve de encarar o emagrecimento e com saúde.

Muitas vezes as dietas restritivas, exercício físico em excesso, substituição de alimentos frescos por sintéticos podem até te proporcionar rápida perda de peso.  No entanto, você estará sacrificando sua saúde física e emocional para chegar lá e, na maioria dos casos, a mudança será apenas temporária. ISTO SIGNIFICA AGREDIR SEU ORGANISMO E SUA SAÚDE.

 

mais
03 jan
Sem Comentários
Como Curtir as Ceias de fim de ano sem culpa ?

Postagem Ceia de Natal

Antes mesmo de pensar sobre o que podemos ou não podemos comer nas festas de final de ano, a primeira regra de ouro para evitar o sentimento de culpa e arrependimento é o EQUILÍBRIO. Você não tem necessidade de radicalizar e tornar-se um antissocial. Mas por outro lado comer de forma descontrolada como se fosse a última Noite de Natal também não faz sentido.

Eu compreendo  que existe uma variedade  de comidas e bebidas irresistíveis.  Só que ninguém disse que  precisamos explodir de tanto comer. Assim apresentamos a segunda regra de ouro, SACIEDADE. Coma até a Saciedade. E neste caso o tamanho das refeições faz toda a diferença.

Vamos com algumas dicas práticas interessantes:

  • Procure equilibrar os macronutrientes. Se você é uma pessoa que tem como meta o emagrecimento, por exemplo, uma baixa proporção de carboidratos continua sendo interessante. Priorize as proteínas e as gorduras boas como as castanhas;
  • Valorize as substituições. Existem diferentes versões de receitas com ingredientes menos processados, com menor quantidade de açúcar, sem glúten e lactose. Faça uma busca no google.

 

Para finalizar, as opções existem e você é quem decide. Não importa se seu fim de ano será fofinho ou saudável . Uma das melhores maneiras de iniciar o 2016 sem culpa e arrependimento é ser protagonista de suas decisões e não vítima das Ceias de Fim de Ano.

mais
17 dez
Sem Comentários
O Jogo da perda de peso versus Estilo de Vida Saudável

viva1

O jogo da perda de peso pode ser exemplificado pela obsessão de contar calorias, utilizando-se de estratégias onde comer menos e fazer mais exercício para atingir o sonhado peso corporal. NO JOGO DA PERDA DE PESO a Restrição, Privação e Punição  são sinônimos de DESÂNIMO, AUTO-COBRANÇA e sensação de IMPOTÊNCIA.

DEFINITIVAMENTE ESTE NÃO É O MELHOR CAMINHO NA BUSCA PELO “PESO IDEAL”, pelo “corpo ideal”. SE É QUE OS MESMOS EXISTEM.

Por outro lado, quando COMPREENDEMOS a Perda de Peso como parte de um TODO, COMO ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL, ficamos “mais leve e de forma leve”.

A perda de peso como Estilo de Vida Saudável significa alimentar de forma correta. Compreendemos que não existem alimentos proibidos e sim ideais para a perda de gordura, para um corpo mais saudável e com mais disposição.

Ao longo do tempo com os benefícios proporcionados pelo exercício físico, automaticamente sua ingestão calórica é reduzida de forma espontânea e sem pressão.

Nós acreditamos que emagrecer exige respeito com a saúde física e psicológica das pessoas. Educar as pessoas para o estilo de vida saudável através do Exercício Físico Personalizado. ESSA É A NOSSA MISSÃO. SEM FÓRMULAS MÁGICAS, SEM MÁSCARAS. E COM MUITA RESPONSABILIDADE.,

Não estamos em busca do corpo ideal. Mas sim com o compromisso em conscientizar as pessoas que VALE A PENA VIVER MAIS E MELHOR.

mais
29 nov
Sem Comentários
Qual estratégia você utiliza para emagrecer?

efeito-sanfona-ato-de-emagrecer-e-engordar-repetidas-vezes

Você sabia que a maioria das pessoas que perdem muito peso em pouco tempo RECUPERAM tudo a médio prazo?

POR QUE ISSO ACONTECE? Quando  ocorre uma redução expressiva no peso corporal em curto espaço de tempo consequentemente acontece uma REDUÇÃO NO METABOLISMO DE REPOUSO, o que dificulta a perda de peso e o “REGANHO” geralmente é inevitável.

As dietas hipocalóricas e radicais podem até proporcionar uma rápida perda de peso, entretanto a médio-longo prazo ela promove também uma redução no metabolismo de repouso.

Estudos científicos mostram também que a atividade aeróbica reduz o metabolismo de repouso quando não é associada com a musculação.

TRADICIONALMENTE QUANDO  o assunto é emagrecer AINDA EXISTEM MUITOS MITOS. Dentre os quais acreditar que DIETA HIPOCALÓRICA E EXERCÍCIOS AERÓBICOS são as melhores estratégias para o emagrecimento.

Se você ainda utiliza estas atividades é hora de repensar.

mais
20 nov
Sem Comentários
Resultados e Conquistas Geram Motivação

mulher-feliz-2_thumb2

Ter mais saúde, disposição para as tarefas diárias, viver mais e melhor realmente devem ser os objetivos principais quando estamos inseridos em um Programa de  exercícios físicos e alimentação saudável .

Portanto, todos querem ficar mais bonitos, reduzir algumas gordurinhas, tonificar a musculatura, ter pernas e barrigas mais bonitas.. NÃO É CRIME NEM PECADO QUERER MELHORAR A ESTÉTICA, DESDE QUE SEJA DE FORMA RESPONSÁVEL E SAUDÁVEL.

No decorrer deste processo algumas pessoas apresentam mais dificuldades em obter resultados, enquanto outras atingem um determinado ponto de estagnação.  SE VOCÊ NÃO ESTÁ PERCEBENDO MUDANÇAS EM SEU CORPO É HORA DE FAZER ALGUMAS ALTERAÇÕES:

  • Treinos monótonos: Converse com seu Professor e peça alterações em seu programa de exercícios físicos;
  • Detetive do açúcar: investigue quais alimentos você utiliza que tem açúcar. Procure cortar ao máximo;
  • Evite o trigo: uma das mudanças impactantes é a retirada do trigo: pães, massas, bolos, cereais;
  • Atenção com as frutas: algumas têm índice glicêmico alto. Utilize as frutas com a chia, linhaça.
  • Seja uma pessoa ativa: mesmo que vc faça exercícios físicos 3 ou 4 vezes por semana, procure utilizar as escadas. Não passe muito tempo do dia sentado.
  • Beba bastante água de atenção com seu sono.

Tenha persistência, formar bons hábitos leva tempo. No entanto nada de desistir quando os resultados demoram para acontecer. Faça as mudanças citadas acima. Observe o que mais funciona para você tanto nos tipos de exercícios quanto nos hábitos alimentares.

 Estilo de Vida Saudável gera mais Saúde e Bem Estar. E claro, ficar mais  bonito(a) eleva a auto estima e gera mais motivação

 

 

mais
21 out
Sem Comentários
Dieta low carb ? Apenas com orientação de sua nutricionista

LowCarb7

Você já ouviu falar nos alimentos e dieta low carb? A proposta é reduzir a quantidade de carboidratos ingeridos. Vale destacar que a redução exagerada de carboidratos, algo abaixo de 40%, até auxilia no  emagrecimento, porém  não será saudável e pode ocasionar consequências graves para a saúde.  O CORRETO É BUSCAR ORIENTAÇÃO COM SUA NUTRICIONISTA QUE VAI ORIENTAR O PERCENTUAL correto que deve e pode ser reduzido dos carboidratos em sua alimentação e por quanto tempo.

QUAL A FUNDAMENTAÇÃO DA DIETA LOW-CARB?

A idéia central seria o consumo de carboidratos de baixo índice glicêmico, cuja glicose (açúcar) é absorvida em uma velocidade mais lenta pelo organismo e assim não ocorre picos de glicose e nem de insulina. Quando ingerimos alimentos com alto índice glicêmico a insulina entrará em ação imediatamente, assim que houver açúcar em excesso em nosso organismo. Nesse momento, ela reduzirá os níveis de glicose. Nosso cérebro será acionado, para dar o alerta de que precisamos de energia novamente, então sentiremos fome. Ingerimos novos alimentos (carboidratos de alto índice glicêmico) que irá elevar os níveis de glicose novamente. Com os alimentos Low-carb estes picos de insulina não ocorrem.

QUAIS SERIAM OS ALIMENTOS LOW-CARBS?

As principais frutas low carb são: abacate, morango, pêssego, melão e coco.

Uma estratégia interessante no consumo das frutas é a ingestão com uma fonte de fibras, como a chia, por exemplo, ou as que podem ser consumidas com o bagaço como a mexerica ou laranja.

As principais verduras e legumes que apresentam uma  baixa quantidade de carboidratos são: abobrinha, brócolis, couve-flor, acelga, cogumelos, aipo, tomate cereja, couve, agrião, pimentão, aspargos,  berinjela, espinafre, pepino, cebola, chuchu, vagem, rúcula, escarola, alho-poró, aipo e alface.

Assim como toda informação relacionada com hábitos alimentares e exercícios físicos busque orientações com profissionais capacitados.

 

 

 

mais
14 out
Sem Comentários
Obesidade infantil : problemas na vida adulta

Transtorno-De-Compulsao-Alimentar

Segundo a Organização Mundial da Saúde a obesidade infantil é um dos maiores problemas de saúde atualmente. E destaca que essas crianças obesas se tornarão adultos obesos e com grande probabilidade de desenvolver diversas doenças crônicas.

Os índices da obesidade infantil  são alarmantes em todo o mundo e se nada for feito, corremos o risco de enxergar doenças antes consideradas de pessoas adultas como comuns na infância, tais como diabetes tipo 2, colesterol elevado, hipertensão arterial. E, em pouco tempo a consequência será uma redução na expectativa de vida.

A associação entre hipertensão arterial e obesidade infantil não é novidade e tem sido evidenciada em muitos estudos. O sobrepeso na infância é considerado o principal fator de risco para a elevação da pressão arterial em crianças e adolescentes, já que esse grupo possui de duas a quatro vezes mais chances de desenvolver hipertensão arterial se comparado a uma população infantil com peso adequado.

A luta contra a obesidade infantil significa pensar em uma vida adulta saudável.

A melhor forma de prevenção de todos estes males é alimentação saudável, atividade física e consultas regulares ao pediatra.

mais
03 out
Sem Comentários
Estimular a prática de exercícios físicos nas crianças: prevenção da obesidade infantil.

viva1

Eduque seu filho para um estilo de vida saudável. Pratique atividades físicas em família. Reúna os amiguinhos dele. Jogue uma partida de futebol, de tênis, de basquete. Faça uma caminhada, um passeio de bicicleta, brinque de pique.REDUZA O TEMPO DE SEU FILHO com joguinhos, na TV, nos tabletes.

Pesquisa recente publicada pelo IBGE mostra que 1/3 das crianças, com menos de 2 anos, ingere refrigerantes. E 60,8% das crianças consomem bolachas recheadas, biscoitos ou bolos. E   têm passado muito tempo em frente a TV ingerindo alimentos  calóricos e prejudicais á saúde.

Crianças com sobrepeso e  obesidade são encontradas com grande frequência, a partir de 5 anos de idade, em todos os grupos de renda e em todas as regiões brasileiras.

No Dia 11 de Outubro vamos comemorar o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade. Participe  divulgando informações sobre a gravidade do problema em nossas crianças. E a partir daí implementar ações educacionais simples. A família pode contribuir de forma muito positiva.

mais
01 out
Sem Comentários
Perdas e Ganhos com o Emagrecimento

quer-emagrecer-motive-se-6-870

O que você ganha e o que você perde na busca pelo emagrecimento? Você sabia que este aspecto pode ser o ponto de partida para realizar as mudanças necessárias e alcançar o tão sonhado emagrecimento? Ressaltando que emagrecimento pode ter significados diferentes para as pessoas.

Vamos com a primeira ação prática

1-Coloque no papel todos os ganhos, todos os benefícios que você vai ter ao emagrecer: voltar a usar o biquíni; mudar o número da calça de 42 para 38; ter mais disposição e saúde para curtir a família; usar roupas mais leves no verão. Escreva os ganhos que você vai ter.

2- Escreva também tudo que você vai perder: comer menos no encontro da família; reduzir o encontro com os amigos; abrir mão dos doces após as refeições; mudar sua rotina para escolher alimentos frescos e saudáveis.

Agora observe que só você tem o poder de transformar estas perdas em ganhos. É o senso de Responsabilidade. Parar de se queixar ou  culpar  qualquer fator externo. Não importa se você precisa emagrecer muito ou pouco. Se já ou não conseguiu outras vezes. Talvez você nem perceba que o medo de deixar de fazer isso ou aquilo é o ponto chave que te atrapalha.

 Vamos com a segunda ação prática

  • O que você ganha continuando acima do peso?

– sentar com a família no restaurante e comer o que quiser;- deixar de ir á academia para ver novela;- nos encontros com os amigos não tenho que mudar meus hábitos. Outro processo inconsciente que pode estar te controlando.  Será que estes “ganhos” compensam ?

  • E o que você perde se não emagrecer?

Perde seu sonho, perde sua chance de sentir-se melhor, perde qualidade de vida; perde saúde. REFLITA O QUE VAI PERDER SE NÃO MUDAR.

 Se você quer emagrecer. Ou se está satisfeito com seu peso corporal mas quer ter mais disposição diária, mais saúde, é o momento de  libertar de hábitos e comportamentos que na verdade é um processo de Auto sabotagem. Você tem este poder de decidir.

 

 

mais
29 set
Sem Comentários
82 MILHÕES DE BRASILEIROS ACIMA DO PESO

canoas-rs-o-canoense-obesidade-brasileiros

Quase 60% dos brasileiros estão acima do peso, revela pesquisa do IBGE. Os resultados revelam que  o índice está em torno dos 60%. Cerca de 82 milhões de pessoas apresentaram  IMC igual ou maior do que 25 (sobrepeso ou obesidade). O dados apresentados pelo IBGE mostram a urgência de  políticas públicas adequadas à prevenção e tratamento do sobrepeso e obesidade.

O estudo detectou que o excesso de peso aumenta com a idade, de modo mais rápido para os homens, que na faixa de 25 a 29 anos chega a 50,4%.  Nas mulheres, a partir da faixa etária de 35 a 44 anos a prevalência do excesso de peso (63,6%) ultrapassa a dos homens (62,3%), chegando a mais de 70,0% na faixa de 55 a 64 anos. A partir dos 65 anos de idade, observa-se um declínio da prevalência do excesso de peso, tanto no sexo masculino quanto no feminino, sendo mais acentuada nos homens, que na faixa etária de 75 anos e mais corresponde a 45,4% contra 58,3% do sexo feminino.

Os dados são alarmantes e não batem com as informações divulgadas pelo Vigitel 2014 no início do ano, quando o governo anunciava uma estabilização nos índices de sobrepeso e obesidade na casa dos 52,5%.

Porém, tanto os dados do IBGE quanto do Vigitel mostram a gravidade do problema em nosso país.

 

mais
28 set
Sem Comentários