CHÁ QUE AJUDA PERDER GORDURA?

sucha-de-hibisco

O chá de hibisco proporciona efeitos benéficos como ação diurética prevenindo a retenção de líquidos além de contribuir na redução de gordura localizada na região abdominal e quadril.

Vale destacar também que a planta é rica em nutrientes  e substâncias antioxidantes como os flavonoides, que tem efeito vasodilatador e protege o coração, por aumentar o colesterol bom- HDL e reduzir o colesterol ruim- LDL, a pressão arterial e os triglicerídeos. Minerais como o cálcio,, magnésio, fósforo,potássio estão presentes na planta.

Apesar de todos os benefícios o consumo excessivo pode causar toxicidade trazendo consequências negativas para nossa saúde.

Contra-indicações: Especialistas afirmam que não deve ser consumido por gestantes.

Consulte sua Nutricionista e não use por conta própria. De forma geral a quantidade recomendada é consumir  um copo de 200 ml de chá de hibisco. Para cada copo deve ser utilizado de 4 a 6 gramas da flor seca, equivalente a uma colher de chá, ou dois a três pacotinhos de chá.

Combinação do chá com suco: Nossa Nutricionista Taciane Peron preparou uma receita de SUCHÁ DE HIBISCO:

Ingredientes:

  • 1 Xícara de Chá de Hibisco
  • 4 Morangos
  • Hortelã a gosto

Preparo: Fazer o chá seguindo a orientação do fabricante e lavá-lo a geladeira. Após gelado,bater no liquidificador uma xícara do chá com os Morangos, Hortelã e servir.

 

mais
04 jul
Sem Comentários
EXCESSO DE PESO CORPORAL E SEDENTARISMO- Qual a solução?

1555498_619423888093008_1775866820_n

 

Dados do Ministério da Saúde apontam que mais da metade da população brasileira está acima do peso. Em relação ao nível de sedentarismo os números apesar de serem altos, variam de acordo com os critérios das pesquisas. Algumas apontam que mais de 50% da população é sedentária, outros já falam em 80%.
Por outro lado, sabemos que existe uma forte relação entre sedentarismo, obesidade e doenças crônicas- degenerativas. Outro dado interessante é que a cada 100 mortes em obesos cardíacos, 13 são sedentários. 
Até aí tudo bem,as observações acima são comprovadas. ONDE ENTRA A CONTRADIÇÃO? Por que em um mundo com tantas informações, com tantas evoluções na área da saúde OS PROBLEMAS COM SEDENTARISMO E EXCESSO DE PESO CORPORAL CONTINUAM AUMENTANDO?
Constantemente a mídia tem mostrado que tanto o sedentarismo como a obesidade reduzem a qualidade de vida e aumenta os riscos de morte. E PORQUE AS PESSOAS ENCONTRAM TANTAS DIFICULDADES EM ADOTAR UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL?

mais
13 jan
Sem Comentários
OBESIDADE INFANTIL: SITUAÇÃO ALARMANTE

obesidade1

O número de crianças e adolescentes no Brasil com Sobrepeso e Obesidade é bastante preocupante. Pesquisa realizada em 2009 mostrou que 1 em cada 3 crianças com idade entre 5 e 9 anos estavam acima do peso corporal.

Crianças com sobrepeso e  obesidade são encontradas com grande frequência, a partir de 5 anos de idade, em todos os grupos de renda e em todas as regiões brasileiras.

Os dados mostram que aproximadamente 36,6% das crianças nesta faixa etária estão acima do peso corporal. Vale destacar que estes dados são de 2009. Já passaram 6 anos. E o que mais preocupa é que as projeções é que estes números continuariam aumentando. Além da grande chance destas crianças acima do peso tornarem-se obesas.

Na faixa etária entre 10 e 19 anos, o  sobrepeso aumentou seis vezes para homens e três para mulheres em 34 anos.

            É necessário aprofundar as discussões sobre o tema visando compreender as causas e traçar políticas públicas de prevenção e controle.

 

mais
08 jan
Sem Comentários
OS RISCOS DO EXCESSO DE PESO CORPORAL E DO SEDENTARISMO

excessodepeso100412

Controlar o peso corporal, deixar o sedentarismo e adotar um estilo de vida saudável vai muito além de questões estéticas. Afetam diretamente nossa saúde e bem estar.

Atualmente mais da metade da população brasileira está cima  do peso corporal. E uma grande parcela da população é sedentária.

O excesso de peso e gordura corporal contribuem para o aparecimento de diversas doenças como a hipertensão arterial; diabetes;ronco e apneia do sono, dor lombar, alguns tipos de câncer, isolamento social e depressão.

Diversos estudos já mostraram que a obesidade é fator de risco para doenças cardiovasculares. Por outro lado a vida sedentária além de ser um dos fatores responsáveis pelo aumento do peso corporal está associada com risco de morte prematura

INFELIZMENTE MUITAS PESSOAS NÃO SABEM que muitas doenças decorrentes do sedentarismo e excesso de peso corporal são lentas e ocorrem gradualmente.

E vale a pena refletir em cima de mais um fato importante. Nós brasileiros estamos vivendo mais. A expectativa de vida aumentou. No entanto não adianta apenas viver mais. Temos que viver com qualidade,com autonomia.

Imagine como você quer esta daqui a 10 anos. Se está acima do peso e é sedentário, reflita um pouco o que pode acontecer se você não mudar.

mais
05 jan
Sem Comentários