HIIT e EMAGRECIMEMTO EM MULHERES COM SOBREPESO

The Fat Loss From Long Cardio Vs. HIIT

Estudo recente publicado na revista na revista “Applied Physiology, Nutrition, and Metabolism comparou HIIT com o aeróbio de longa duração,  sobre diminuição da gordura corporal em 52 mulheres jovens adultas com sobrepeso e obesidade.

Os resultados mostraram alta redução de gordura corporal no grupo de mulheres que praticou HIIT durante 6 semanas. As mulheres que realizaram o aeróbio de longa duração não tiveram redução significativa de gordura corporal

SABE COMO ERA O  TREINO DE HIIT? 4-7 sprints de 30″ (all out) seguidos por 4′ de descanso, utilizando uma bicicleta ergométrica.

Existem muitas possibilidades para elaborar um treino de HIIT com qualidade e personalizado de acordo com suas condições e objetivos. Consulte um Profissional capacitado.

Vale ressaltar que nem o HIIT  e nem qualquer tipo de treinamento vai fazer promover excelentes resultados sem um plano alimentar indicado e viável para a sua realidade. Consulte sua nutricionista.

mais
19 fev
Sem Comentários
O PALCO DO “CORPO PERFEITO” E OS SEUS BASTIDORES.

mulher-exercicio-fisico-excesso

Na busca por resultados com os exercícios físicos e alimentação saudável o que importa são os seus bastidores, sua vida real, seu verdadeiro motivador. Não compare sua realidade e objetivos com o Palco do “Corpo Perfeito” exibidos nas redes sociais.

Até parece que é fácil e rápido estar nestes “palcos”. Até parece que a maioria vive seus verdadeiros sonhos e não usam nada além de treino e alimentação para alcançar  “resultados mágicos”. E SERÁ MESMO QUE ESTES PALCOS VALEM A PENA?

Entendo que buscar inspiração e referência ajuda e estimula. No entanto, não busque comparações e nem desanime por você não estar alcançando os resultados de quem te inspira.

Esqueça a Perfeição e valorize os seus progressos, os desafios que você superou e  suas conquistas. É você com você.

Suba a sua montanha e no ritmo que vai te fazer feliz. E escolha também a sua montanha e como quer encarar a subida. E CLARO, COM QUEM? Quais os profissionais e amigos vão te ajudar e orientar.

 

mais
17 fev
Sem Comentários
TREINAMENTO EM CIRCUITO FUNCIONA PARA O EMAGRECIMENTO?

Treino em circuito

Na busca pelo emagrecimento, perda de peso corporal e/ou redução de gordura e medidas uma opção muito utilizada nas academias principalmente pelas mulheres são os circuitos.

O Circuito pode ser realizado utilizando acessórios do treinamento funcional, na sala de musculação, ginástica. Caracteriza-se por intervalos curtos entre as séries e exercícios e geralmente com altas repetições.

Será que o treinamento na forma de circuito é eficiente principalmente quando o assunto é o emagrecimento? Depende.

Vai depender da intensidade do treino. E intensidade não é apenas o peso, mas outras variáveis são essenciais,  como a velocidade, intervalo entre as séries e exercícios, tipo de exercício selecionado.

Infelizmente o que observamos nos treinos em circuito são cargas leves e altas repetições. Dessa forma o circuito não vai contribuir em nada se o seu objetivo for emagrecimento.

Para que o circuito possa proporcionar os efeitos desejados para as mulheres que buscam emagrecimento o mesmo deverá ser muito bem estruturado e em alta intensidade. Caso contrário você estará perdendo o seu tempo.

 

.
 

mais
13 fev
Sem Comentários
Corda Naval, HIIT, Mulheres e Emagrecimento

Decoraçaõ estudio

A corda naval é uma ótima opção dentro dos programas de treinamento físico, e vem sendo muito utilizada por mulheres que buscam redução de gordura corporal.

Alguns estudos já mostraram sua efetividade como estratégia dentro do HIIT e consequentemente uma excelente opção para mulheres que visam emagrecimento.

Entretanto, algumas reflexões são importantes :

– como , com quem  e quando utilizar é algo a ser analisado;

– será que homens e mulheres com peso corporal e níveis de força diferentes poderão usar a mesma corda naval?

É muito importante considerar o nível de condicionamento físico do praticante e  o peso da corda naval. Uma corda naval com 14kg por exemplo não deveria ser utilizada por uma mulher de 60 kg com pouca força muscular e por um homem fisicamente ativo com peso corporal de 80 kg.

Outro erro  é utilizar a corda naval em um treino de HIIT em mulheres com pouca força muscular nos membros superiores. Para que o treino de HIIT seja efetivo e de qualidade a técnica é ponto chave. E como uma pessoa com pouca força muscular vai realizar um treino neste acessório sem estar preparada? Os exercícios devem ser incluídos dentro do programa de treinamento de forma responsável, coerente e personalizada.

A corda naval é uma das estratégias dentro do treinamento intervalado de alta intensidade que pode ser incluída dentro do treinamento para mulheres desde que de forma planejada.

Consulte um Professor de Educação Física e confira se sua programação de exercícios físicos está personalizada.

 

 

mais
05 fev
Sem Comentários
GLÚTEN E EMAGRECIMENTO: VERDADE?

sem-gkute

A única razão para eliminar o glúten da alimentação é quando você apresenta intolerância a esta proteína.
O glúten não é o grande vilão quando o assunto é emagrecimento. E sim o excesso e a má qualidade da alimentação.
Os alimentos sem glúten podem ser tão calóricos quanto os originais. Então a perda de peso está relacionada aos hábitos alimentares saudáveis e moderado
Vale destacar que a grande maioria dos produtos sem glúten são industrializados e refinados, ou seja, com redução de nutrientes, muitos ricos em calorias, açucares e gorduras. EM MÉDIA SÃO 300% MAIS CAROS.
Apenas a mudança de hábitos é capaz de favorecer a obtenção de resultados sustentáveis.
Reeduque sua alimentação, pratique exercícios físicos e corra das soluções mágicas.

mais
05 jan
Sem Comentários
Açúcar do Coco : é uma boa opção?

acucar-de-coco

Primeiro vamos falar do açúcar comum e um de seus grandes problemas: alto teor de frutose, que em excesso está relacionada com diversas doenças crônicas, como obesidade e diabetes.

Para resolver estes problemas aparecem os “alimentos milagrosos”, principalmente para ajudar no emagrecimento e proporcionar mais saúde. E será que o açúcar do coco realmente é uma ótima opção?

Ao contrário do açúcar branco, o açúcar do coco apresenta em sua composição diversas vitaminas e minerais , além de polifenóis. Destaca-se também o seu baixo índice glicêmico.

NO ENTANTO EXISTEM ASPECTOS CRUCIAIS QUE DEVEM SER CONSIDERADOS: – o açúcar do coco e o açúcar comum têm a mesma quantidade de calorias; – o açúcar do coco tem uma alta quantidade de frutose, o que o torna praticamente um açúcar comum.

Podemos concluir que o açúcar do coco é menos pior que o açúcar comum. Entretanto, não é solução para o emagrecimento e nem para a vida saudável. Será que vale a pena pagar pelo alto preço deste produto? O açúcar mascavo e o mel são praticamente iguais ao açúcar do coco.

Antes de cair nestas armadilhas dos “alimentos milagrosos” busque informações de fontes confiáveis.

 

mais
27 dez
Sem Comentários
82 MILHÕES DE BRASILEIROS ACIMA DO PESO

canoas-rs-o-canoense-obesidade-brasileiros

Quase 60% dos brasileiros estão acima do peso, revela pesquisa do IBGE. Os resultados revelam que  o índice está em torno dos 60%. Cerca de 82 milhões de pessoas apresentaram  IMC igual ou maior do que 25 (sobrepeso ou obesidade). O dados apresentados pelo IBGE mostram a urgência de  políticas públicas adequadas à prevenção e tratamento do sobrepeso e obesidade.

O estudo detectou que o excesso de peso aumenta com a idade, de modo mais rápido para os homens, que na faixa de 25 a 29 anos chega a 50,4%.  Nas mulheres, a partir da faixa etária de 35 a 44 anos a prevalência do excesso de peso (63,6%) ultrapassa a dos homens (62,3%), chegando a mais de 70,0% na faixa de 55 a 64 anos. A partir dos 65 anos de idade, observa-se um declínio da prevalência do excesso de peso, tanto no sexo masculino quanto no feminino, sendo mais acentuada nos homens, que na faixa etária de 75 anos e mais corresponde a 45,4% contra 58,3% do sexo feminino.

Os dados são alarmantes e não batem com as informações divulgadas pelo Vigitel 2014 no início do ano, quando o governo anunciava uma estabilização nos índices de sobrepeso e obesidade na casa dos 52,5%.

Porém, tanto os dados do IBGE quanto do Vigitel mostram a gravidade do problema em nosso país.

 

mais
28 set
Sem Comentários